Stop the block

Stop the block

O tempo é curto, as tarefas são muitas, e a corda rompe-se pelo lado mais fraco. Não vou lançar o movimento “Stop the block” para parar este bloqueio que me impede de escrever. Não o faço porque… esse bloqueio não existe. O único bloqueio que existe é este auto-imposto hiato temporal que me tem ocupado mais no imediatismo das redes sociais, como o Twitter e o Facebook, deixando para terceiro, quarto, quinto plano (e por aí fora) a mais elaborada forma de criação de conteúdo que é a pesquisa e construção de texto para artigos no blog. É isso mesmo, não escrevo porque não me apetece. Também posso, não posso? até breve.
Sem Comentários

Publicar Comentário

Subscreva a minha Newsletter

Receba atualizações e novidades... Não se preocupe, não vou encher a sua inbox com newsletters semanais ou updates diários. Será uma newsletter com uma assiduidade aleatória.

A sua subscrição foi efetuada. Irá receber um Email de confirmação com instruções adicionais. Obrigado.

Pin It on Pinterest