Escolha uma Página

 

Foi com Brad Pitt e Morgan Freeman, no filme “Sete Pecados Mortais” (Seven) que enraizamos no nosso quotidiano o conceito universalizado de “pecados mortais“. Até então esta tarefa, de nos incutir o pecado na alma, era exclusiva às pessoas que nos eram apresentadas como formadoras da fé cristã, remetendo-nos para os ensinamentos bíblicos. Nestes assuntos, Hollywood, mesmo com todo o seu exagero habitual, revelou-se mais esclarecedora do que todos os bafientos beatos e beatas de igreja em longos anos de catequese!

À boleia desta temática, podemos afirmar que a grande maioria dos utilizadores das redes sociais ocupa o ténue limbo que os mantém suspensos entre o céu e o inferno! Passam a maior parte do tempo a tocar as franjas do céu com a ponta dos dedos, conseguindo alguns, até, atingir esse nirvana da aceitação social descarada, impessoal… é o culto do like, do share, do favorito, é o même, a graçola, a argolada… até surgir outro que lhe tira o posto! E assim passam os dias, a tentar entrar no céu…com os pés a chamuscar no inferno!

Mas, há sempre um dia em que, num acto irreflectido, de loucura ou de estupidez, o utilizador acaba por fazer algo que o atira para as profundezas do inferno social! O utilizador comete aquele imperdoável pecado que lhe sentencia a pena perpétua e o mantém agarrado ao fundo lodoso do escárnio, da maledicência, do ódio… até surgir outro que lhe tira o posto!

Para que você se possa afastar desse caminho pecaminoso que o conduzirá às perpétuas chamas do inferno, deixo-lhe os 7 Pecados Mortais Sociais, aos quais deve fugir… como o diabo da cruz!

1. Passaram semanas desde a última publicação.

Você não responde a mensagens, não tweeta ou retweeta, não faz um comentário nem actualiza o blog! Os seus fãs estão inquietos. Se tem muitos fãs e seguidores, não é boa ideia deixar, simplesmente, de responder ou comentar algo com eles. Também não é nada celestial deixar de criar e publicar conteúdos, muito menos encerrar definitivamente a sua conta, ou eliminar o blog, ou website, de um momento para o outro.

2. Você partilha tudo, tudo, TUDO…

Ok. Há o 8 e o 80… e há outros 72 níveis pelo meio! É interessante partilhar com os seus amigos alguns momentos mais privados mas, fazê-lo publicamente pode atirá-lo ao ridículo. Tente usar mensagens privadas ou partilhe por email. Lembre-se que as “definições de privacidade” são seus anjos da guarda, verifique-as em tudo o que partilha.

3. Você utiliza todas as redes sociais alguma vez inventadas.

Sim, você pode estar em todas as redes sociais que existem. “Pode“… algo diferente de “Deve“. De facto, não é boa ideia registar o seu perfil em toda e qualquer rede social que apareça. Evolua com a sua audiência, siga-a ou, melhor ainda, oriente-a na sua direcção! Marque presença em 2 ou 3 redes de maior relevo, será suficiente. Estabeleça objectivos e verifique onde se encontra o público que quer atingir. No seu blog, ter todas as redes disponíveis nas opções de partilha também pode ser infernal. Promova a partilha e divulgação nas redes onde você marca presença (para ganhar Notoriedade) e adicione mais uma ou duas redes que sejam também relevantes, ou que esteja a tentar atingir também.

4. A sua fotografia de perfil é ambígua.

A sua fotografia de perfil é isso mesmo: SUA! Não é de amigos, de grupos, de familiares, animais de estimação ou qualquer outra representação pictográfica que lhe pareça “gira”. É sua. Publique uma fotografia sua ou, em representação de uma marca, o logótipo dessa marca. E não publique fotografias suas com mais de 5 anos!

5. As suas ligações (links) são enganadoras.

Sim, é engraçadinho… mas ninguém gosta de abrir uma ligação e dar de caras com algo inesperado! Há sempre um engraçadinho que partilha uma ligação toda catita, com uma descrição muito interessante e acaba por levá-lo a abrir algo assustador ou nojento… ou ambos. Não o faça. Você irá para o inferno se o fizer, é pecado. Se você é uma dessas pessoas que passa a vida a preparar partidas deste tipo então feche a as suas contas nas redes sociais e procure ajuda psiquiátrica!

6. Você só quer vender.

Toda a sua presença nas redes sociais tem um único objectivo: Vender! Se fizer um estudo de keywords ao seu website e aos seus perfis nas redes sociais a palavra que se irá destacar é “Compre”. Meu caro, se só quer vender, as redes sociais não são para si, mercador do templo! [bctt tweet=”Lembre-se que as redes sociais são para socializar. Não são pontos de venda.” username=”giljspereira”] Se você apenas publicar uma foto, descrição e preço, vai parar ao inferno! Identifique-se com o seu público, fale com o seu público, as vendas irão surgir naturalmente.

7. Você tem uma personalidade diferente em cada rede social.

Já ouviu falar em “múltiplas personalidades”? O termo correcto é  “Transtorno  Dissociativo de Identidade” e é aquilo que você aparenta ter quando se apresenta completamente diferente em cada rede social que ocupa. Fotos de perfil diferentes, imagens diferentes, até conteúdos e assuntos diferentes são abordados. Seja consistente.

 

Lembre-se, seja penitente, afaste-se dos maus caminhos e siga o caminho dos justos. Agora você conhece o caminho a evitar para garantir o seu lugar no paraíso, das redes sociais! Ámen.

E você, já pecou nas redes sociais? Conte-me como foi.